O que é Depressão?

0

Depressão: sintomas, causas, tratamento e tem cura?

A depressão (CID 10 – F33) é uma doença psiquiátrica crônica que tem como sintomas tristeza profunda, perda de interesse, ausência de ânimo e oscilações de humor. Muitas vezes é confundida com ansiedade e pode levar a pensamentos suicidas. Assim, é essencial diagnosticar a doença e iniciar acompanhamento médico.

A doença mental atinge mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a estimativa é que 5,8% da população seja afetada pela doença.

Diferença entre tristeza e depressão

Há uma grande diferença entre tristeza e depressão. A tristeza pode ocorrer desencadeada por algum fato do cotidiano, em que a pessoa realmente sofre com aquilo até assimilar o que está acontecendo e geralmente não dura mais do que quinze a vinte dias.

Por sua vez, a depressão se instala e se não for tratada pode piorar e passar por três estágios: leve (CID 10 F33.0), moderada (CID 10 – F33.1) e grave (CID F33.2).

A depressão em nível leve geralmente pode ser controlada sem medicamentos, sendo tratada com terapia e exercícios físicos, por exemplo.

Já os níveis moderado e grave têm o auxílio de medicamentos para amenizar os sintomas da depressão, além da terapia e outras opções para melhorar a qualidade de vida do paciente, prescritas por psicólogos e psiquiatras.

Diferença entre ansiedade e depressão

A ansiedade é uma sensação desagradável, inquietação, sensação de pressa, urgência, pode ser um distúrbio quando ocorre em momentos que não se justificam ou quando é tão intensa ou duradoura que acaba interferindo com as atividades normais da pessoa.

Já depressão, por outro lado, é uma doença do organismo como um todo, comprometendo o físico, o humor e o pensamento, explica a especialista . Nessa condição forma de ver e sentir a realidade são alteradas, modificando as emoções, a disposição, a alimentação, sono, até mesmo como se sente em relação a si mesmo.

Essas quadros não são apostos e muitas vezes se unem.

Sintomas de Depressão

Emocionais

  • Apatia
  • Falta de motivação
  • Medos que antes não existiam
  • Dificuldade de concentração
  • Perda ou aumento de apetite
  • Alto grau de pessimismo
  • Indecisão
  • Insegurança
  • Insônia
  • Falta de vontade de fazer atividades antes prazerosas
  • Sensação de vazio
  • Irritabilidade
  • Raciocínio mais lento
  • Esquecimento
  • Ansiedade
  • Angústia
  • Vontade de morrer

Físicos

Além dos sintomas emocionais, a depressão também dá sinais físicos. Entre eles:

  • Dores de barriga
  • Má digestão
  • Azia
  • Constipação
  • Flatulência
  • Tensão na nuca e nos ombros
  • Dores de cabeça
  • Dores no corpo
  • Pressão no peito
  • Queda da imunidade

Complicações possíveis

Pessoas depressivas há muito tempo e sem tratamento podem ter uma série de problemas como:

  • Baixas no sistema imunológico
  • Aumento dos processos inflamatórios
  • Cansaço extremo
  • Fraqueza
  • Insônia (ou sono de má qualidade)
  • Dificuldade para se concentrar
  • Problemas ou disfunções sexuais
  • Problemas digestivos
  • Isolamento social
  • Suícidio
  • Abuso de substâncias.

Complicações possíveis

Pessoas depressivas há muito tempo e sem tratamento podem ter uma série de problemas como:

  • Baixas no sistema imunológico
  • Aumento dos processos inflamatórios
  • Cansaço extremo
  • Fraqueza
  • Insônia (ou sono de má qualidade)
  • Dificuldade para se concentrar
  • Problemas ou disfunções sexuais
  • Problemas digestivos
  • Isolamento social
  • Suícidio
  • Abuso de substâncias.

7 coisas que você nunca deve dizer a uma pessoa com depressão

1) “Por que você não faz algo para superar isso?”

Pessoas com depressão têm uma enorme redução de energia. Por mais que sua intenção seja de ajudar, estes dizeres podem fazer com que elas se sintam ainda mais para baixo, culpando-se como inúteis ou insuficientes.

Sugira algo que elas gostem de fazer, mostrando-se interessado. Mas não force a barra quando não quiserem realizar tal atividade.

2) “Pense positivo!”

A depressão faz com que seus pacientes distorçam a realidade, tendo uma visão de mundo mais pessimista. Por isso, falar que elas deveriam ser positivas ou felizes pode ser algo desanimador e desesperador para alguém que sofre da doença.

Isso pode reforçar sentimentos de desesperança, pois mudar essa visão não é algo que acontece do dia para a noite: requer tratamentos e é progressivo.

3) “Você não precisa de terapia ou antidepressivos!”

Indivíduos deprimidos tendem a achar que pessoas à sua volta os julgarão por procurar ajuda. Antidepressivos podem ser aliados ao combate da doença se acompanhados de orientação médica.

Ainda, há diferentes tipos de terapia: sempre haverá uma que se encaixará ao paciente. Incentive quem tem depressão a ter a mente aberta para auxílios profissionais dizendo que está tudo bem em procurar ajuda.

4) “Mas sua vida é melhor do que de muita gente!”

Comparações podem fazer com que o sentimento de autopunição em pessoas deprimidas aumente. Com estes dizeres, podem se punir pela imagem irreal de serem ingratas ou egoístas.

Lembre-se de que diversas celebridades (ricas e que conquistaram tudo o que desejavam) sofreram e sofrem depressão – algumas até mesmo chegaram ao suicídio.

5) “Se você está assim, a culpa é sua!”

Desde os primórdios da humanidade, a depressão tem sido ainda tratada por muita gente como ligada ao pecado, sendo uma consequência feita por deuses devido a infrações daquela pessoa. É como pensar que “se a pessoa está com depressão, é porque ela mereceu isso”.

Este tipo de julgamento é seríssimo, pois pode elevar ainda mais os sintomas da depressão e até mesmo levar o paciente ao suicídio. A depressão é uma doença mental grave, que pode acometer qualquer pessoa e precisa ser tratada de maneira empática.

6) “Pare de pensar besteiras!”

Há pessoas que se afastam de quem tem depressão por sentirem o “ambiente pesado” devido a pensamentos negativos. Contudo, não é algo que quem sofra da condição controle.

Por isso, mostrar raiva, gritar ou até mesmo lidar com a situação como se fosse mera frescura é extremamente prejudicial ao paciente. Seja solidário e não julgue uma pessoa deprimida.

7) “Amanhã você estará melhor!”

A depressão não é uma tristeza temporária e curável em tão curto prazo. Esta frase traz um sentimento de incapacidade aos pacientes, como se fossem fracassados por não superarem a doença da noite para o dia.

Em vez de criar esta falsa expectativa em quem tem depressão, incentive a pessoa a procurar uma abordagem médica adequada, como psicólogos e psiquiatras.

NUNCA faça auto-medicação, procure um médico, cuide-se, não espere o pior.

Edição: Aurélio Fidêncio
Fonte: WEBEDIA
Especialista consultado Persio Ribeiro Gomes de Deus – Psiquiatria – CRM 31656/SP
Clickaraçoiaba, Desde 1999 informando e promovendo Araçoiaba da Serra.
 

ASSISTA NOSSOS ÚLTIMOS VÍDEOS

Para assistir o vídeo click no link [INSCREVER-SE]

Para assistir o vídeo click no link [INSCREVER-SE]

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário