Apresentador do SBT sugere a criação de Campos de Concentração e forças Armadas para confinar infectados pela Covid-19

0

 

Marcão do povo fala merda e é massacrado na internet

O apresentador Marcos Paulo Ribeiro de Morais popularmente conhecido como ”Marcão do Povo” envolveu-se numa polêmica que poderá custar seu contrato junto ao SBT, durante a apresentação ao vivo do jornal Primeiro Impacto no qual atua como ancora Marcão sugere que Bolsonaro crie campos de concentração para manter os contaminados pelo Corona Vírus, segundo ele isso reduziria os gastos e o restante da população poderiam seguir suas vidas normalmente, o apresentador ainda sugere que as forças armadas faça o recolhimento destas pessoas com “problemas”, Marcão ainda completa dizendo a medida seria uma maneira de economizar dinheiro – “ai caba também com esse negócio de espalhar dinheiro para os estados” – finaliza dizendo que o presidente deveria mandar prender os governadores que não concordassem com a determinação do governo.

Marcão já havia se envolvido em outra polêmica em janeiro de 2017, durante uma entrevista Marcão chama a fanqueira Ludmilla de “Pobre e Macaca”, na época o apresentador era funcionário da Record TV e a atitude lhe custou o emprego e um processo na justiça com pedido de indenização.
Em 2010 Marcão foi candidato a Deputado Estadual em Tocantins, após várias denúncias a Justiça Eleitoral daquele estado confirmou as denuncias de irregularidades durante o pleito e Marcão teve seus direitos políticos caçados por 3 anos.

Sua declaração infeliz sugerindo campos de concentração viralizou na internet e é o assunto mais comentado no dia de hoje (08).

Campartilhe.

Sobre o Autor

Comentários desativados.