“Tá com a sua mãe”, responde Bolsonaro a homem que perguntou sobre Queiroz

0

Você está lendo isso? Seu futuro cliente também!
Anuncie no
GUIA COMERCIAL do CLICKARAÇOIABA
Custa pouco e da resultado.
(15) 99732-1144

Presidente fazia passeio de moto e parou para falar com grupo de simpatizantes do governo

Durante um passeio de moto neste sábado (5), o presidente Jair Bolsonaro respondeu com irritação a um homem que perguntou sobre onde estava Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

“Tá com a sua mãe”, disse o presidente, que usava um capacete e se preparava para voltar a pilotar uma moto dentro das dependências do palácio. Antes disso, Bolsonaro conversava com cerca de 20 pessoas que o apoiam.

Caso Queiroz
Flávio Bolsonaro é alvo de investigações em ao menos três órgãos. Na principal delas, o Ministério Público do Rio apura se havia um esquema de repasse de parte do salário de funcionários do gabinete de Flávio, prática conhecida como “rachadinha” . Conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo em dezembro, relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou que Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

Relatório do Coaf também mostrou que Flávio recebeu em sua conta 48 depósitos, num intervalo de cinco dias, feitas em uma agência dentro da Alerj e no mesmo valor: R$ 2 mil.

“Esse depósito, feito por envelope, o limite é de R$ 2 mil. Não sei quantos, talvez milhões de depósitos são feitos por semana neste sentido”, disse Bolsonaro ao justificar os repasses.

Em janeiro, em entrevista à TV Record, Flávio afirmou que as movimentações suspeitas identificadas pelo Coaf em sua conta bancária se referem à compra e venda de um imóvel na zona sul do Rio.

Imóveis
O presidente também disse que outra acusação contra Flávio, na esfera eleitoral, já foi esclarecida. A investigação tramitava desde março de 2018 na Procuradoria Regional Eleitoral do Rio (PRE-RJ) e apurava possível crime eleitoral praticado pelo senador ao declarar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) imóveis comprados por meio de negociações relâmpago com valores supostamente abaixo do real. No inquérito, há a citação de que as negociações teriam resultado em aumento do patrimônio de Flávio e aponta possível lavagem de dinheiro. O caso também é investigado na esfera criminal pelo Ministério Público Federal.

“Disseram que ele teria pego R$ 1 milhão e pago uma dívida com a construtora. Está constatado, comprovado, que quem pagou essa dívida foi a Caixa. Então o primeiro escândalo está afastado”, afirmou Bolsonaro. “Alguns imóveis ele comprou na planta e estava pagando mensalidade, um tempo depois vendeu. O Ministério Público do Rio disse que levou em conta que o valor total do preço estimado fosse dele. Não é verdade isso aí”, afirmou Bolsonaro. A mesma explicação já havia sido dada por Flávio em janeiro.

Edição: Aurélio Fidêncio
Matéria/ Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo.
Clickaraçoiaba, O primeiro Portal de Araçoiaba da Serra – SP – Desde 1999
PARTICIPE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP:
http://www.clickaracoiaba.com.br/?page_id=3899 


PARTICIPE:

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário