Polícia prende Paulo Cupertino, acusado pela morte de Rafael Miguel

0

Foragido há quase três anos, após morte do ator de 22 anos e sua família, Cupertino será encaminhado ao Palácio da Polícia, em SP

A polícia de São Paulo prendeu na tarde desta segunda-feira (16) Paulo Cupertino, acusado pelos assassinatos do ator Rafael Miguel e de sua família.

Cupertino foi detido no Jardim Miriam, zona sul de São Paulo (SP), no 98º DP, e está sendo encaminhado ao Palácio da Polícia, na região central da capital paulista.

Cupertino estava foragido há quase três anos, pela morte de Rafael Miguel e sua família, em 9 de junho de 2019.

O último paradeiro dele do qual se tinha notícia havia sido a a cidade de Yataity del Norte, no Paraguai, em dezembro de 2020, quando foi reconhecido em uma fazenda de soja.

O crime

Na noite de 9 de junho de 2019, o ator Rafael Miguel, de 22 anos, e os pais, João Aloizio Miguel, de 52 anos, e Mirian Selma Silva Miguel, de 50 anos, foram mortos a tiros na casa de Isabela Tibcherani, namorada de Rafael e filha de Paulo Cupertino.

O pai de Isabela foi apontado como o responsável dos assassinatos. Segundo a própria família, Cupertino era um homem agressivo, e já havia proibido a relação entre a filha e o ator.

Em entrevista ao R7, Isabela disse que a prisão do pai seria um grande alívio no peito, mas que nenhuma ação poderia reparar a vida de seu namorado e dos sogros.

“Tudo isso impactou a minha vida muito e principalmente na minha construção pessoal, no meu processo de amadurecimento e de reconhecimento como pessoa. Até hoje, às vezes, sinto certa dificuldade em me ver digna de ser feliz. Por isso, faço o acompanhamento psicológico. O trauma de tudo que foi visto e vivido, desde aquele dia, é muito mais intenso do que as pessoas imaginam. São sequelas que vou levar para vida”, revelou a jovem.

Edição: Aurélio Fidêncio
Matéria: Yara Bastos
Fonte: Record TV
Clickaraçoiaba, Desde 1999 informando e promovendo Araçoiaba da Serra.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário