Chefe do trafico foge de Sorocaba para Portugal

0

Carlos Alberto Bonelli não foi encontrado no imóvel durante a megaoperação desta terça-feira (19); a suspeita é que ele estaria vivendo em Portugal

Carlos Alberto Bonelli, proprietário de uma mansão em um condomínio de luxo de Sorocaba, continua sendo procurado pela Polícia Federal e pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). Ele é suspeito de comandar uma organização criminosa responsável por inserir cocaína em voos que partiam do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Bonelli tem 52 anos e estaria vivendo em Portugal. Para não levantar suspeitas, ele se apresentava como empresário do mercado financeiro. De acordo com a investigação, um compartimento do imóvel de luxo seria usado para esconder drogas.

Uma megaoperação realizada nesta terça-feira (19), denominada Bulk, cumpriu 23 mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão, totalizando 47, em Sorocaba, São Paulo, Guarulhos e Praia Grande.

Também foi cumprida uma ordem judicial em Portugal, por meio de cooperação entre a PF e a Interpol. Ao todo, 15 foram presos e oito estão foragidos — entre eles, os dois chefes do esquema, incluindo Bonelli.

Na operação foram detidos suspeitos de integrar a célula de quadrilha vinculada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), conforme investigação da PF. Os homens teriam passado carregamentos de cocaína pelo raio-x de bagagens e até pelo alambrado que dava acesso às pistas do terminal.

Edição: Aurélio Fidêncio
Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul
CLICKARAÇOIABA, DESDE 1999 – O MAIOR E MAIS ANTIGO PORTAL DE NOTÍCIAS DE ARAÇOIABA DA SERRA


Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário