Filme “LAVA JATO” é uma estratégia para desconstruir Lula.

0

Varias irregularidades foram denunciadas pelo legislativo Federal.

Os Deputados Paulo Pimenta e Wadih Damous denunciam irregularidades sobre filme da Lava Jato contra ex-Presidente Lula, as irregularidades foram apresentadas numa transmissão ao vivo em coletiva realizada a pouco em Brasília, segundo os nobre edis as denuncias serão oferecidas ao MPF amanhã.

Segundo relato dos legisladores várias irregularidades foram cometidas nas gravações do filme, violação de imagem de detentos, uso ilegal de aviões, helicópteros, veículos, agentes e instalações federais, um delegado da PF identificado como “Reinaldo” encarregado de angariar patrocinadores para custear o filme milionário, e dezenas de outras irregularidades, ainda segundo os nobres foram cometidos crimes de peculato, abuso de poder, prevaricação e improbidade administrativa.

Estariam envolvidos nas irregularidades o diretor geral da PF e o Delegado Igor Romário de Paula por permitir o uso da infraestrutura da corporação nas gravações, lobby para amigos e familiares atuarem no filme, agentes Federais fardados nas filmagens, viajaram e ficaram hospedados em hotéis custeados pela produção do filme, porém em horário de trabalho,a churrascaria e frigorifico Madeiro (uma churrascaria do Paraná) seria mencionada como vítima das irregularidades apresentadas pela operação “Carne Fraca” enquanto outros estabelecimentos foram criminalizados pela mesmo operação, constatou-se que o elenco do filme e agente da PF frequentaram aquela churrascaria durante as filmagens e o mesmo teria cedido as refeições em troca da merchandising e “panos quentes” nas investigações junto ao frigorífico.

Sergio Moro também será representado por permitir acesso a conteúdo sigiloso, expondo investigados, inclusive as imagens do sequestro do ex-presidente Lula, sedendo informações de investigações ainda em curso.

Os nobres também declaram que o filme que teve custo em torno de 15 milhões de reais foi financiado parte por investidores que não querem ser identificados e parte com recursos públicos de modo informal.

A gravidade destas denuncias prometem agitar o cenário político e jurídico do país nas próximas semanas e o CLICKARAÇOIABA trás essas informações em primeira mão, sendo o primeiro veículo noticioso a dar publicidade a essa coletiva.

Matéria: Aurélio Fidêncio
Informações: Correspondente CLICKARAÇOIABA em Brasília.
Clickaraçoiaba, O primeiro Portal Online de Araçoiaba da Serra – SP
Desde 1999
Fale coma  gente: (15) 99732-1144

Campartilhe.

Deixe Um Comentário