Juíza arquiva investigação sobre palestras de Lula por falta de provas e manda desbloquear bens

0
  • ☠️ OS CASOS DE COVID-19 CONTINUAM FORA DE CONTROLE, SALVE SUA VIDA, SIGA AS ORIENTAÇÕES DO GOVERNO.

NÃO HOUVE PROVAS DE CRIME

A juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, decidiu pelo arquivamento da investigação sobre palestras do ex-presidente Lula a empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. Atendendo a um recurso da defesa da ex-primeira-dama Marisa Letícia, de 2015, foi determinada também a liberação de parte de bens que estavam bloqueados. O desbloqueio abrange apenas 50% dos bens, relativo ao espólio da ex-primeira-dama, que morreu em 2017. Até uma outra ordem, o ex-presidente terá posse de três apartamentos e um terreno.

Gabriela Hardt entente que a parte de Lula pode, eventualmente, ser retida em outros processos da Lava Jato que ainda estão em tramitação. A juíza baseou a decisão em um relatório da Polícia Federal, que tinha concluído, no ano passado, “falta de provas da prática de crime na contratação das palestras”. Gabriela Hardt destacou que o Ministério Público Federal concordou com o relatório da PF. Em 2016, quando Lula depôs no âmbito da operação Lava Jato, o ex-juiz Sergio Moro, responsável pelos mandados, escreveu: “Tratam-se de valores vultosos para doações e palestras, o que, no contexto do esquema criminoso da Petrobras, gera dúvidas sobre a generosidade das aludidas empresas”.


Edição: Aurélio Fidêncio
Matéria: Camila Yunes
Fonte: jovem Pan News
Clickaraçoiaba- O primeiro Portal de Notícias e Variedades de Araçoiaba da Serra, no ar desde 1999.

_________________________________________________________________________________________

Assista nosso último vídeo e Inscreva-se em nosso canal no YouTube:

  Participe de nosso grupo no WhatsApp: 
Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário